Cartão com Chip Proximidade                                :: Como enviar arte / fotos / dados ::

Fornecemos cartões com chip interno de proximidade

para diversas finalidades, como registro de ponto e acesso.

Alguns modelos:

:: Smart Card Mifare                          :: Acura

:: Wave Card                                       :: HID

:: PROX 9000                                       :: Indala

:: IDEX

 

 

                    

Muita gente já utiliza esta forma de liberação de acesso para ingressar no trabalho, condomínios, academias, estacionamentos ou nas portarias das empresas, mas talvez nunca tenha parado para pensar o que é e como funciona um cartão de proximidade RFID. O cartão de proximidade RFID ou ainda contactless card, veio substituir o cartão de código de barras, porém com grandes vantagens: – Facilidade de leitura; – Você pode deixá-lo dentro da carteira para realizar a leitura; – Ele não pode ser copiado; – Tem garantia vitalícia. Existem vário tipos de cartão de proximidade RFID de diversos fabricantes. O mais comum do mercado é o cartão de proxmidade RFID EM4102, que funciona a uma frequência de 125KHz.

Cartão de Proximidade RFID
Ele é composto basicamente de três partes a saber: o chip, a antena e o encapsulamento. O princípio de funcionamento se dá através de antenas de rádio frequência (RF), uma sendo o leitor de proximidade e outra o próprio cartão. Como o cartão não possui bateria, vamos entender como ele consegue suprir esta necessidade. A antena do leitor irá emitir uma frequência constante de baixa potência. Quando o cantão é apresentado à uma área próxima do leitor,isto varia de 5 cm à 90 cm de acordo com o tipo do leitor de proximidade, a antena do cartão começa a receber os sinais das ondas de rádio frequência do leitor e através de seu circuito interno, inicia o processo armazenamento de energia para que o cartão funcione. A partir de uma determinada carga, o circuito interno do cartão de proximidade RFID começa a transmitir para o leitor, o número gravado em seu chip.

Leitor de cartão de proximidade
Na prática isto ocorre durante o processo de aproximar o cartão RFID do leitor de proximidade, tudo muito rápido e imperceptível ao usuário. Este número é único e já vem gravado de fábrica, evitando sua duplicação para tentativa de fraudar o processo de acesso. Quando o cartão de proximidade RFID é afastado da área de atuação deste campo de rádio frequência, a carga da bateria interna vai se extinguindo até que seja iniciado novamente um novo ciclo de leitura. Por isso de diz que este tipo é cartão passivo, ou seja, ele só irá entrar em funcionamento quando estiver próximo ao leitor. No mercado também existe a tecnologia de cartão ativo que possui internamente uma bateria, mas isso é assunto para um próximo post. O princípio de funcionamento também é válido em chaveiro, etiquetas ou tag´s passivo.